Boletim Brasileiro de Educação Física
http://boletimef.org

 Pesquisa personalizada

| 日本語 | Ελληνικά | Català | Deutsch | English | Español | Français | Italiano | Nederlands |
 
  Quem somos
  Fórum
  Boletim
  Biblioteca Digital
  Currículos
  Links
  Lançamentos
  Eventos
  Contato
  Assinatura
 
 
  Acompanhe o
  BoletimEF no:
Acompanhe as últimas notícias do BoletimEF no Twitter
Participe da comunidade do BoletimEF no Orkut
 
 -Assinatura
Cadastre seu e-mail para receber gratuitamente o Boletim
 
 -Apoio
CBCE
EEFD/UFRJ
 
 

Pesquisa, ensino e extensão na formação dos professores de Educação Física

Como citar este trabalho:
MASCHIO, Vanderléia et al. Pesquisa, ensino e extensão na formação inicial dos professores de Educação Física: contribuições ao desenvolvimento profissional. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO, 13., 2008, Cachoeira do Sul. Indisciplina e violência na escola: cenários e direções. Anais... Cachoeira do Sul: ULBRA, 2008.
> Resumo  
O acadêmico constitui-se efetivamente num profissional da educação a partir do momento em que passa a atuar na escola, sendo um protagonista ativo de na concepção, acompanhamento e avaliação do seu próprio trabalho pedagógico. Assim, na tentativa de compreender a trajetória acadêmica dos formandos da primeira turma do curso de Licenciatura em Educação Física do CEFD/UFSM, após sua reestruturação curricular, objetivamos com este estudo explorar como se deu a participação dos mesmos em projetos de ensino, pesquisa e extensão e quais os vínculos estabelecidos entre esta participação e a construção da identidade profissional. A importância deste trabalho justifica-se por compreendermos que a participação em atividades para além das disciplinas do currículo do curso tem muito a contribuir com a formação e o desenvolvimento profissional docentes. Neste estudo realizamos uma pesquisa qualitativa, com enfoque fenomenológico, buscando para isso os seus significados, partindo das vivências e experiências subjetivas dos acadêmicos durante o curso. Para tanto, utilizamos um questionário com questões abertas, que foram respondidos por vinte acadêmicos que estavam no sétimo semestre do curso. A interpretação das informações foi realizada a partir da análise de conteúdo (BARDIN apud TRIVIÑOS, 1987). Nesse sentido, podemos identificar que esta participação se deu em espaços e atividades diferenciadas constituindo-se em três categorias: projetos referentes a espaços e atividades que não tratavam da Educação Física Escolar, a projetos envolvendo a escola e a formação de professores, e a participação nos dois enfoques citados. O que queremos salientar é que, mesmo após a reforma curricular do curso de Educação Física da UFSM (Resoluções CNE/CP 01 e 02/2002), a formação segue uma forte tendência generalista. Por um lado, porque os interesses dos acadêmicos vão além dos conteúdos oferecidos e, por outro, porque se criou um novo curso, teoricamente, mas as possibilidades oferecidas na realidade são as mesmas que havia anteriormente, ou seja, existe um número maior de oportunidades em projetos fora do âmbito escolar. Dessa forma, os acadêmicos parecem não ter clareza do campo de atuação do curso que estão concluindo, pois não procuraram muito se envolver em projetos que os ajudassem a construir sua identidade como professor da educação básica, que é um dos objetivos fundamentais do curso que estão concluindo. Assim, o fundamental neste processo, é à busca da articulação do ensino, da pesquisa e da extensão num processo consciente de aproximação e interpretação da realidade, bem como, de compreensão de que o desenvolvimento profissional é fruto de saberes, de experiências, enfim, do trabalho reflexivo, construído de forma crítica, sistemática e coletivamente.
 

Download do trabalho completo






 
 
Copyright© 2001-2014 Boletim Brasileiro de Educação Física BoletimEF - Home Topo