Boletim Brasileiro de Educação Física
http://boletimef.org

 Pesquisa personalizada

| 日本語 | Ελληνικά | Català | Deutsch | English | Español | Français | Italiano | Nederlands |
 
  Quem somos
  Fórum
  Boletim
  Biblioteca Digital
  Currículos
  Links
  Lançamentos
  Eventos
  Contato
  Assinatura
 
 
  Acompanhe o
  BoletimEF no:
Acompanhe as últimas notícias do BoletimEF no Twitter
Participe da comunidade do BoletimEF no Orkut
 
 -Assinatura
Cadastre seu e-mail para receber gratuitamente o Boletim
 
 -Apoio
CBCE
EEFD/UFRJ
 
 

A importância dos jogos de luta na aprendizagem do karatê-dô

Como citar este trabalho:
SOUZA, Carlos Roberto Pantoja de. A importância dos jogos de luta na aprendizagem do karatê-dô. 2008. 28 f. Monografia (Licenciatura em Educação Física) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Caucaia, 2008.
> Resumo  
Esta pesquisa foi elaborada através de estudo de caso e de levantamento bibliográfico, onde se procurou estudar o que autores de diversas áreas ressaltam em seus trabalhos, sobre a importância do lúdico no universo da formação humana, com a implantação da prática de jogos, de brincadeiras e de lutas lúdicas em assistência às aulas de karatê infantil. Com o objetivo geral de verificar se essas atividades lúdicas auxiliam no aprendizado do karatê. Como objetivo específico de analisar se essa metodologia contribui para o melhor desenvolvimento dos fatores motores, cognitivos e afetivo-sociais, servindo como fator de motivação para crianças de 05 a 08 anos. A pesquisa foi realizada através de grupos de controle, formados por 20 crianças, 2 grupos de 10 crianças de 05 a 08 anos, alunos de Karatê dos Colégios La Salette, Pequeno Construtor, Luiza Martins e da turma para crianças da academia Biophysik. A metodologia foi realizada por um período de 2 meses, onde em um grupo se utilizou jogos, brincadeiras e lutas lúdicas e no outro a metodologia tradicional, somente com a utilização das repetições das técnicas do Karatê. Avaliou-se através da análise dos resultados adquiridos conforme os critérios do protocolo da bateria psicomotora (BPM), pela observação e comparação dos grupos em pontos importantes do Karatê como o KIHON (fundamentos), o KATA (FORMA) e no KUMITE (luta), pontos que são analisados nos exames de faixas (mudança de graduação). Os resultados mostraram que o grupo lúdico teve um melhor desenvolvimento com relação ao KUMITÊ, o grupo tradicional com relação ao KATA e que houve uma igualdade nos resultados finais dos dois grupos no KIHON. Também foi observado que o grupo lúdico se mostrou mais motivado e assíduo que o grupo tradicional. Concluindo-se então que a metodologia mais apropriada para crianças de 05 a 08 anos é a fusão das duas metodologias, sendo assim, aulas lúdicas, com momentos tradicionais, implantando-se aos poucos a filosofia e a técnica do Karatê-Dô.
 

Download do trabalho completo






 
 
Copyright© 2001-2014 Boletim Brasileiro de Educação Física BoletimEF - Home Topo